CONAZ – Congresso Nacional de Alzheimer | Portal

10 Dicas para idosos com Alzheimer que moram sozinhos

idosos que moram sozinhos

Alguns idosos, mesmo com Alzheimer, ainda têm condições de morarem sozinhos. Mas ainda é preciso que familiares, vizinhos e amigos fiquem atentos quanto a sua segurança.

Para que o idoso viva bem e seguro, é preciso analisar três importantes questões:

  1. O idoso toma medicamentos regularmente e tem o hábito de se esquecer de tomá-los?
  2. Ele já esqueceu alguma panela ligada no forno ou se esqueceu de desligar o gás ao sair de casa?
  3. Alguma vez já se perdeu na rua e precisou da ajuda de estranhos para voltar para casa?
  • Caso tenha respondido SIM para uma dessas três questões, pode ser a hora da família reavaliar a decisão do idoso continuar morando sozinho, pois ele está colocando sua própria segurança em risco.
  • Mas se você respondeu NÃO para todas as questões, significa que o idoso ainda tem condições de morar sozinho.  Veja 10 dicas que podem tornar essa experiência ainda mais segura para o idoso.
  1. Evite tapetes em casa;
  2. Use piso antiderrapante;
  3. Coloque barras de apoio no chuveiro e próximo ao vaso sanitário;
  4. Retire as mesinhas de centro e coloque-as no canto;
  5. Tenha um telefone fixo ou celular sempre por perto, em caso de emergências;
  6. À noite, deixe sempre a luz acessa no caminho para o banheiro e cozinha;
  7. Deixe em lugar visível e com letra legível, telefones úteis como os de familiares, táxis, médicos e serviços de atendimento de emergência;
  8. Deixe uma cópia da chave de casa com alguém de confiança, como um parente ou vizinho;
  9. Organize as receitas médicas e as deixe sempre à vista, facilitando o acesso do idoso em caso de emergência;
  10. Avise ao porteiro, síndico e vizinhos que o idoso possui Alzheimer e mora sozinho. Repasse para eles uma lista com os principais telefones de contato de familiares, para casos de emergência.

 

Coloque o seu e-mail abaixo para receber gratuitamente atualizações do blog!

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *