CONAZ – Congresso Nacional de Alzheimer | Portal

15 nutrientes que ajudam na concentração e na memória

15 nutrientes que ajudam na concentração e na memória

Você sabia que existem alguns nutrientes que são capazes de melhorar ainda mais a sua concentração e memória Indicado tanto para pessoas que já possuem algum problema cognitivo, quanto para quem não possui, a ingestão desses alimentos, ricos em antioxidantes, é capaz de desacelerar o envelhecimento cerebral, afastando doenças como o Alzheimer e o Parkinson.

Outra dica importante é quanto à regularidade das refeições. O indicado é que façamos cerca de cinco refeições por dia, dando uma atenção especial ao café da manhã.

Confira a nossa lista com 15 tipos de alimentos que fazem bem para o cérebro:

1- Vitamina C

Um poderoso antioxidante, a Vitamina C ajuda na atividade química dos neurônios e estimula a memória e a concentração. Você encontra a Vitamina C em abundância em alimentos cítricos, como a acerola e o kiwi.

2- Vitamina B1 (tiamina)

Já a Vitamina B1 tem um papel fundamental no metabolismo dos carboidratos, principal fonte de energia das células. A vitamina B1 é encontrada em carnes, nozes, cereais e cervejas.

3-Vitamina B3 (Niacina)

Essa vitamina é muito importante no combate ao stress, além de ajudar no desenvolvimento da memória e concentração. A Vitamina B3 é facilmente encontrada em carnes, miúdos, produtos de trigo integral e produtos de farinha branca enriquecida, além de legumes e levedura fermentada.

4- Vitamina B6 (Piridoxina)

A Vitamina B6 é essencial para o sistema nervoso central, pois é a responsável por ajudar o cérebro a produzir os neurotransmissores. Ela pode ser encontrada em carnes vermelhas e fígado; grãos integrais, batatas, milho e vegetais verdes.

5 -Vitamina B12 (Cianocobalamina)

A Vitamina B12 é importante no tratamento de deficiências cerebrais e processos degenerativos, principalmente em doenças que comprometem as funções cognitivas, como o movimento.  Alimentos ricos em Vitamina B12 são os de origem animal, como carnes, miúdos, leite em pó e produtos a base de leite e ovo.

6- Fisetina

A Fisetina permite que as memórias sejam armazenas no cérebro com mais facilidade, além de estabelecer fortes conexões com os neurônios.  Esse processo é chamado de “potencialização a longo prazo”. Você pode encontrar a Fisetina nas frutas vermelhas, como o morango, tomates, cebolas, maçãs, pêssegos, kiwi e uvas.

7- Ômega 3

Você sabia que o ômega 3 é um ácido graxo que faz parte da massa cinzenta do cérebro? Pois é! Ele é o responsável pela comunicação entre as células nervosas, mantendo-as saudáveis. O ômega 3 também monitora a memória e a concentração, assim como o humor das pessoas. Você pode encontrar o ômega 3 nos peixes, como atum, cavala, arenque e salmão.

8- Carboidratos complexos

Os carboidratos complexos são os responsáveis por fornecer constantemente energia para o cérebro, ajudando na concentração. Fontes ricas de carboidratos complexos são os pães e arroz (de preferência integral), barras de cereais e frutas.

9- Cafeína

A cafeína ajuda a melhorar a memória e a concentração das pessoas, mas deve ser consumida de forma moderada. Ela é capaz de aumentar a atenção e a formação da memória, tanto em adultos quanto em crianças. A cafeína é facilmente encontrada no café, chá preto e chocolate amargo.

10- Vitamina E

No caso da Vitamina E, é a sua deficiência no organismo que causa graves danos ao cérebro, podendo provocar a diminuição de reflexos e sensibilidade vibratória – o que resulta na falta de concentração. Consuma a Vitamina E em alimentos como azeites vegetais, cereais e verduras frescas.

11 – Fósforo

O Fósforo atua diretamente na constituição da membrana celular e é fundamental para o bom funcionamento do cérebro. Seu consumo é indicado principalmente para estudantes, pois ajuda o corpo a não se sobrecarregar devido ao excesso de atividades mentais.  Você pode encontrar o Fósforo em alimentos como o leite, a carne bovina, aves, peixes, ovos, cereais, leguminosas, frutas, chás e café.

12 – Ferro

O Ferro tem a função de levar oxigênio para o cérebro e demais tecidos. A diminuição do ferro em nosso corpo gera uma falta de oxigênio no cérebro, o que pode resultar em perda de memória, baixa concentração, apatia e perda de atenção.  Grandes fontes de ferro são as carnes vermelhas, carnes de aves, peixes e mariscos crus. Vísceras como fígado, rim e coração também são indicados.  De origem vegetal, as principais fontes são o agrião, couve, cheiro verde, feijão, fava, grão de bico, ervilha e lentilha, assim como grãos integrais ou enriquecidos.

13- Selênio

O Selênio tem um forte impacto sobre o cérebro e sua deficiência no corpo humano pode causar distúrbios nos neurotransmissores (responsáveis por repassar informações para o cérebro), sofrendo até alterações de humor. É fácil encontrar o Selênio em grãos, alho, carne, frutos do mar, castanha-do-pará, nozes, avelãs e abacate.

14- Zinco

O Zinco atua na atividade neural, na memória e na concentração, além de possuir ação anti-inflamatória. Ele tem uma espécie de função regulatória no organismo, protegendo os neurônios contra os radicais livres e preservando as membranas dos neurônios.  Fontes ricas em Zinco são as carnes vermelhas, ovos, ostras, caranguejo, laticínios e fígado.

15 – Glicose

A falta da Glicose no nosso organismo, chamada de hipoglicemia, pode comprometer o raciocínio, atenção e concentração. Ela é uma espécie de combustível que impulsiona o funcionamento do cérebro.  Cereais integrais, legumes e frutas são ótimas fontes de Glicose.

Ter atenção à nossa alimentação é fundamental para a nossa saúde, tanto do cérebro quanto do corpo todo. Quer saber mais dicas sobre alimentação? Clique aqui para ver os artigos sobre esse assunto no Portal do Conaz!

Coloque o seu e-mail abaixo para receber gratuitamente atualizações do blog!

3 ComentáriosDeixe um comentário

  • Adorei o artigo! Meu marido com essa doença.Temos cuidado dele com todo carinho, presença familiar e dedicação. Estes são os melhores remédios! Tudo que os artigos explicam, temos vivido com ele. Cuidamos muito da alimentação, para que não falte nada, com a graça de Deus. Tem sido um aprendizado para todos nós e um aperfeiçoamento espiritual.Pedimos a Deus que nos dê forças, fé e certeza de que Jesus está no meio dos que sofrem!

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *