CONAZ – Congresso Nacional de Alzheimer | Portal

9 formas de diferenciar o Alzheimer do envelhecimento

9 formas de diferenciar o Alzheimer do envelhecimento

Alguns sintomas que pensamos serem sinais do Alzheimer podem não passar de declínios comuns do envelhecimento. É isso mesmo!  A perda de algumas funções cognitivas e capacidade de orientação de tempo e espaço são mais comuns na terceira idade do que podemos imaginar. Então, qual a melhor forma de diferenciar os sinais do Alzheimer dos sinais da velhice?

Confira a seguir!

1- Perda de memória

Esquecer informações recentes é um dos primeiros sinais do Alzheimer, mas também é comum na terceira idade. A diferença está na frequência com que isso acontece. Se a pessoa vem esquecendo sempre das coisas e não consegue se lembrar de assuntos conversados recentemente, fique de olho, esse é um sinal do Alzheimer.

2- Dificuldade para realizar atividades

A diferença aqui está na realização das atividades. É normal esquecer ocasionalmente o que você ia dizer ou fazer, mas se o idoso tiver grandes dificuldades em terminar uma tarefa simples, como cozinhar um arroz (porque não se lembra de como é o seu preparo), ou como utilizar o telefone, por exemplo, fique de olho: pode ser o início dos sintomas do Alzheimer.

3- Esquecimentos

Pessoas que possuem Alzheimer não se esquecem somente de um nome ou palavra, elas podem se esquecer do lugar onde estão e como fizeram para chegar até ali, assim como também é comum que esqueçam o caminho de volta para casa.

4- Raciocínio confuso

Outra característica do Alzheimer é o raciocínio confuso e a falta de julgamento. É comum que doentes de Alzheimer se vistam inapropriadamente em algumas situações, como usar roupas de verão no inverno – e vice-versa.

5- Pensamentos abstratos

Pessoas com Alzheimer também têm grande dificuldade em completar seu raciocínio, como esquecer a forma de se concluir uma conta, por exemplo. Porém, não conseguir resolver ou decifrar algumas fórmulas de matemática é normal.

6- Confundir os lugares

É comum que pessoas com Alzheimer confundam os lugares habituais dos objetos, como guardar o detergente na geladeira, por exemplo. Já esquecer ocasionalmente onde você deixou o celular ou as chaves do carro, é normal.

7- Mudanças de humor

Outra característica da doença são as constantes mudanças de humor e comportamento. Essas mudanças são sempre muito rápidas e intensas (e sem motivo aparente), desencadeando ataques de riso ou de choro. É comum que a personalidade da pessoa que possui Alzheimer mude drasticamente, tornando-se confusa, desconfiada e dependente de familiares.  As mudanças de personalidade também acontecem em idosos que não possuem Alzheimer, mas estas são bem brandas.

8- Desinteresse por algumas atividades

É comum que pessoas com Alzheimer percam o interesse em algumas atividades, tornando-se totalmente passivas. Dormir mais que o habitual e perder a disposição para tarefas usuais são sinais do Alzheimer.

9- Dificuldades na fala

Também é comum que o doente de Alzheimer esqueça algumas palavras comuns e seus significados, ou não consiga pronunciá-las. Ao invés de perguntar “onde está a caneta”, o idoso diz “onde está o objeto de escrever”.

Pronto! Agora você já tem mais informações para diferenciar os sintomas do Alzheimer de dificuldades comuns geradas pelo envelhecimento. Para receber mais dicas como essas, cadastre seu e-mail abaixo. É de graça e você recebe tudo com exclusividade!

Coloque o seu e-mail abaixo para receber gratuitamente atualizações do blog!

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *