CONAZ – Congresso Nacional de Alzheimer | Portal

Pesquisa revela possível causa do Alzheimer

cientista
  Os artigos publicados pelo CONAZ têm o intuito de divulgar informações sobre os avanços de estudos relacionados ao Alzheimer pelo mundo. Este artigo apresenta pesquisas e testes preliminares que ainda não tiveram sua eficácia comprovada no tratamento/prevenção da doença. Para esclarecer qualquer dúvida ou obter mais informações, o leitor deverá procurar o órgão ou empresa responsável pelo estudo divulgado.

Pesquisadores da Universidade de Duke (EUA), deram um grande passo em relação à cura do Alzheimer. Eles identificaram a possível causa da doença em camundongos e conseguiram interrompê-la quando descoberta em seu estágio inicial.

Atualmente, existe em média 1,2  milhões de pessoas com a doença somente no Brasil, chegando a 35,6 milhões no mundo todo. Ainda sem cura, pesquisadores de todos os países buscam uma solução para essa doença que atinge parte considerável da população mundial.

A pesquisa realizada em abril, na Universidade de Duke, teve grande sucesso e repercussão porque deixa de lado o trabalho já realizado com a amilóide, proteína responsável pela morte dos neurônios ao longo da doença, e foca no sistema imunológico do nosso cérebro. Eles descobriram a importância das micróglias, células que defendem o sistema nervoso de qualquer infecção, e que tem um papel fundamental no progresso do Alzheimer e de outras demências.

O próximo desafio dos pesquisadores é descobrir se essa droga também vai apresentar bons resultados em estágios mais avançados do Alzheimer.

 

 

Coloque o seu e-mail abaixo para receber gratuitamente atualizações do blog!

37 ComentáriosDeixe um comentário

  • Parabéns a todas as pessoas envolvidas ,com essa pesquisa , é um grande avanço em direção ao sucesso que há muito esperamos, boa sorte.

  • Já tive a oportunidade de conviver com determinadas pessoas, durante alguns anos e que hoje portadoras de Alzheimer, outras já faleceram, e cheguei a seguinte conclusão; é como se essas pessoas simplesmente quisessem esquecer da sua vida completamente após passarem por um grande trauma do tipo a morte súbita de entes querido bem próximos (marido, esposa filhos, etc), a partir daquele ponto. É como se os mesmos quisessem automaticamente bloquear a sua mente de tal forma a não mais lembrar de nada que lhes trouxessem sofrimento. Cada caso é um caso lógico, e a unica coisa que tenho certeza é de que assim como um bebê, o idoso tem que um cuidado muito especial.

  • Gostaria de participar, como ouvinte pois tenho tratado com o dia a dia de uma pessoa muito especial, artista, minha mãe. Aprender para amenizar. grata

  • Tenho mha mãe com Alzheimer e está mto
    Dificil ….pois perdi meu pai a 6 meses e ela está morando comigo…abraço

  • Que ótimo esse avanço da ciência em relação ao Mal de Alzheimer .Doença q faz parte de tantas famílias atualmente e que até os profissionais da equipe ficam impossibilitados de tratarem do paciente. Hoje efetivamente são os familiares que tem q receber tratamento e atenção pois ficam muito desorientados e desgastados por toda situação.Parabéns por esse avanço e que em breve tenham um medicamento para interromper esse MAL.Sucesso nessa nova conquista.

  • Deus ajude pra que eles consigam uma cura pra essa doença. Minha mãe tem há anos é muito triste ver ela cada dia pior é não podemos fazer nada há não ser muitoaamor. ..

  • Tomara que se encontre meios de prevenir e evitar esta doença….É muito triste.Minha irmã de 88 anos está num estágio avançado de Alzheimer.Não conhece mais ninguém….Não tem vontade própria…..Uma tristeza.Minha dúvida:Será que ela sofre com isso?Ou nem se toca que está nessa situação?Sofro muito em vê-la nesse estado…..Deus nos ajude a suportar e dê a ela um descanso eterno sem muitos sofrimentos….

  • Parabéns pela nova descoberta, que a cura venha logo pois é o que todos que temos parente com Alzheimer deseja.Boa sorte a todos os pesquisadores.

  • Parabéns a todas as pessoas envolvidas nesta descoberta tão importante e esperamos que encontrem a cura, principalmente a prevenção dessa doença terrível que causa tanta dor e transtornos na vida de tantas pessoas.Que Jesus ilumine para que tudo aconteça positivamente e o mais rápido possível.

  • Que DEUS oriente e conceda os discernimentos necessários aos fundamentais pesquisadores. Queria externar a grande felicidade que sinto de saber desses importantíssimos avanços. Pois nos revigora e entusiasma. Relato de uma filha de portadora de Alzheimer.

  • cuidei de uma tia até falecer aos 93 anos com ALZHEIMER e sei o quanto é dificiu esta doença agora tem meu pai que foi diagnosticado a dois anos com a mesma.como gostaria de poder ter um tratamento com ele antes que evoluice mais.

  • OH GLORIA A DEUS, AJUDE VCS A DESCOBRIR A CURA DA DA.
    MINHA MAEZINHA AMADA TEM, MAL DE LEVY, JA ESTA HÁ CINCO ANOS, E GRAÇAS A DEUS NÃO E AGRESSIVA, CALMA FICA VENDO TV E OUVINDO MUSICA O DIA TODO. DARIA TUDO PARA QUE ELA VOLTASSE A SER A PESSOA ALEGRE QUE GOSTAVA DE DANÇAR FAZER COMPRAS.
    DEUS OS ABENÇÕE.AMEMMMMM LUCILA

    QUE GOSTAVA DE DANÇAR.

  • Que este novo olhar possa ser um grande avanço para o diagnóstico precoce e a possível administração para desacelarmos a evolução doALZHEIMER

  • Uno meus votos de sucesso aos pesquisadores, a todos que os parabenizaram. Sem dúvida, com a bênção de Deus, chegarão rapidamente ao final das pesquisas, descobrindo a cura dessa triste doença.

  • Parabéns a cada pesquisador, a cada um que dá sua contribuição para ajudar a descobrir a cura, formas de amenizar os sintomas, etc…Só quem passa por todo esse processo entende o valor dessas pesquisas.

  • Leio tudo que posso e cofesso ficar ansiosa para que os passos na direção da cura sejam bem mais eficazes. A minha mãe está com Alzheimer, tem 89 anos e os meus irmãos mais velhos começaram a manifestar alguns sintomas iniciais, digo isso porque fui a 1ª a observar quando começou com minha mãe, embora o diagnóstico tenha chegado só aos 80 anos. Parabéns aos pesquisadores e que Deus ilumine as respostas!

  • Maravilhosos os estudos sobre D.A. Agradeço por mim e pelo mundo inteiro, e peço a Deus que abençoe cada pesquisador, e que ” rapidamente ” se descubra a cura para essa doença!

  • rezo a Deus que ilumine os cientistas para descobrir a cura ou um remédio que paralise a doença é muito triste ver uma pessoa não saber mais quem é de onde vem ou pra onde vai.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *