CONAZ – Congresso Nacional de Alzheimer | Portal

A importância do café na prevenção do Alzheimer

benefícios do café
  Os artigos publicados pelo CONAZ têm o intuito de divulgar informações sobre os avanços de estudos relacionados ao Alzheimer pelo mundo. Este artigo apresenta pesquisas e testes preliminares que ainda não tiveram sua eficácia comprovada no tratamento/prevenção da doença. Para esclarecer qualquer dúvida ou obter mais informações, o leitor deverá procurar o órgão ou empresa responsável pelo estudo divulgado.

Boa notícia para quem gosta de café! O Instituto de Informação Científica sobre o Café divulgou que ingerir de três a cinco xícaras por dia ajuda a proteger o cérebro contra o Alzheimer! O estudo comprova que as pessoas que bebem essa quantidade por dia possuem 20% menos de chances de desenvolver a doença. Isso acontece por causa da cafeína presente no café, que ajuda a prevenir a formação de placas amiloides, característica do Alzheimer. A cafeína também ajuda a reduzir a inflamação e deterioração das células do cérebro, especialmente aquelas localizadas no hipotálamo, responsável por nossas memórias!

A cafeína também ajuda na sensibilidade à insulina, reduzindo assim o risco de diabetes tipo 2, um grande fator de risco para o Alzheimer. Além disso, a cafeína também mostrou grandes resultados em indivíduos que já possuem algum declínio cognitivo. Ela melhora a vigilância e atenção de pessoas mais velhas, tornando-as mais atentas em relação aos acontecimentos ao seu redor.

 

E aí, que tal um cafezinho? Ele pode ser melhor para a saúde do que imaginávamos!

Coloque o seu e-mail abaixo para receber gratuitamente atualizações do blog!

7 ComentáriosDeixe um comentário

  • Estou amando receber essas informações!!!
    Parece que esta doença atinge muito mais pessoas do que podemos imaginar. Saber como lidar com nossos amados idosos é muito importante, pois dessa forma sera possível oferecer qualidade de vida!

  • Estranha essa notícia porque no livro USE SEU CÉREBRO PARA MUDAR SUA IDADE do neurologista norte-americano Daniel G. Amen fala justamente o contrário! Que o café dificulta a circulação sanguínea no cérebro como se fosse um vasoconstritor…por isso deve ser evitado. Como ele tem mais de 20 anos examinando tomografias SPECT de pessoas de vários países, vendo os hábitos dessas pessoas, acho difícil estar errado.

  • Gostei da reportagem sobre o uso do café. Meus pais tiveram a doença, estou me aproximando dos 60 anos e tenho que procurar meios de evitar/prevenir a doença. Pretendo envelhecer com uma qualidade de vida melhor.

  • Excelente a informação!!! Nossa família adora café, mas bebíamos até três xicaras por dia. Agora vamos liberar ao nosso vovó até cinco xicaras, porque ele sempre quer mais ….
    Grata !!!

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *